Reclamação Divina

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Reclamação Divina

Mensagem por The Order em 07/03/17, 02:52 pm

Reclamação Divina

Os deuses ocasionalmente possuem filhos com mortais e essas crianças vivem entre os humanos até certa idade. As crianças tem uma vida razoavelmente normal até certa idade, mesmo quando apresentam características acima do possível para humanos normais - como, por exemplo, a super inteligência dos filhos de Atena, a aptidão com tecnologia dos filhos de Hefesto ou qualquer outro tipo de habilidade. Mas, lembrem-se: os semideuses não sabem ou acreditam no que são até que não de mais para ele viver sem treinamento no mundo humano e ele é levado ao Acampamento. Então, a menos que realmente exista um motivo/explicação, os personagens apenas vão ao Acampamento com idade próxima aos 13 anos. Filhos dos três grandes e dos primordiais podem ir com menos idade devido ao que são.

Filhos de Nyx, Érebos, Hades, Poseidon e Zeus possuem um teste especial e separado devido ao nível de poder dos mesmos. A avaliação desses semideuses específicos será mais rígida e eles serão mais cobrados do que os outros semideuses.

AVISO!
Quando pedimos a história, queremos TODA a história do personagem, de seu nascimento até os dias atuais, e não apenas como o semideus chegou a Cidade. Qualquer ficha cuja história não esteja com todos os pontos importantes mínimos serão ignoradas pela moderação. Partes inexistentes da história poderão ser criadas "de repente" por narradores em missões e serem usadas contra vocês, então não reclamem caso façam ela faltando coisas importantes.


Nome: O nome completo e sem abreviações de seu personagem.
Idade: A idade atual do personagem.
Progenitores: Seu progenitor divino e mortal.
Aparência e Personalidade: Como é sua aparência física, desde a altura e peso e cores de cabelo, olhos, pele a marcas de nascença. Além disso, descreva a personalidade do campista, se possível fazendo um vinculo com seu progenitor em casos que é possível destacar características físicas ou de personalidade tipicas.
História: Sua história completa aqui. Algumas coisas que podem ajudar a montar a história: onde o personagem nasceu, como seus pais se conheceram, como foi sua financia, como você descobriu ser o que é, como a dislexia e o TDAH lhe afetou (sim, pode ter certeza que se vocês esquecerem isso, nós não esqueceremos), seus amigos, seus inimigos, o que você gosta, o que você não gosta, o que acha do acampamento, a quanto tempo chegou, como descobriu ser o que é, como você reagiu a descoberta...
Presente de Reclamação: Meio auto-explicativo, não?
Pericias / Habilidades Pré-Acampamento: São conhecimentos e habilidades que o personagem possuía antes de descobrir o que é. Não precisam estar ligadas aos seus poderes e não são os poderes do personagem. Alguns exemplos são canto, primeiros socorros, desenho, culinária... Escolha 2 habilidades.



Código:
[b]Nome:[/b]
[b]Idade:[/b]
[b]Progenitores:[/b]
[b]Aparência e Personalidade:[/b]
[b]História:[/b]
[b]Presente de Reclamação:[/b]
[b]Pericias / Habilidades Pré-Acampamento:[/b]


Equipe Administrativa de Gods City



Última edição por The Order em 07/03/17, 08:06 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Alcunha : Nenhuma

http://godscity.forumeiros.com
Narrador
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Reclamação Divina

Mensagem por Mikhaela B. Dyatlova em 07/03/17, 07:31 pm



Mikhaela "Misha" Dragunova
Preciso de um herói para salvar a minha vida

Nome:
Mikhaela Blackheart Dyatlova

Idade:
5 Anos

Progenitor:
Nyx, a deusa da noite, e Altair Dragunova

Aparência e Personalidade:
A semideusa possui os cabelos loiros brilhantes que lembravam o mais puro ouro e olhos verdes como esmeraldas combinadas como uma pele tão alva quanto a das neves, características que a semideusa certamente herdara de seu pai, mesmo que toda sua beleza provenha de sua mãe. Era pequena e leve, com apenas um metro de altura e pesando vinte quilos. A delicadeza e fragilidade da jovem eram convertidas em graça e elegância pela dama ao mesmo tempo que seus olhos pareciam conter alguma dose de veneno letal aos humanos, parecendo trazer consigo os mesmos efeitos que a Noite tinha sobre os mortais: o fascínio e o medo combinados. Não possuí nenhuma marca de nascença, mas atualmente existe uma marca em seu pulso esquerdo simbolizando o Contrato que tinha com a Morte: uma foice com uma lua cheia abaixo da lamina, na cor negra. Era um simbolo pequeno, mas que representava muito para a jovem e para aqueles que conheciam o mundo dos deuses. Era a marca da amante e serva da Morte, mesmo que na época ela não entendesse totalmente o que aquilo representava.
Apesar de sua aparência que combinava doçura e perigo, Misha era uma criança doce e gentil. A pequena criança tinha medo de tempestades e chuvas fortes, porque lembravam-a do dia do acidente e aquela noite ainda atormentava em seus piores pesadelos, fazendo-a despertar do sono e ir procurar o irmão. Não precisava de muita coisa, apenas alguém próximo a ela era o suficiente. Mikhaela, em sua inocência, confiava ao irmão sua própria segurança e adormecia. Mesmo sua confiança, porém, não era a prova de que não tinha medo dele, porém o motivo era outro. Em sua ignorância infantil, a pequena possuía dificuldades em entender que ele era a Morte e a verdadeira razão para o medo era a frieza, indiferença e seriedade do homem. Ainda sim, ela tratava o deus com carinho e respeito, mostrando-se uma criança amável. É bastante cordial e gentil com as pessoas, apesar de ocasionalmente se mostrar um pouquinho tímida. Ela tem uma mente rápida e curiosa, e uma visão pragmática.

História:
Altair era um belo e talentoso astrônomo em ascensão quando atraiu a atenção da deusa da noite, Nyx. Ele possuía os cabelos loiros voltando-se um pouco para o mel e olhos verdes, além da pele perfeitamente clara e estatura mediana. O homem vinha de uma família a muito tempo relacionada com ocultismo e estudo dos astros celestes, porém nenhum era tão envolvido naquilo quanto o homem. Altair era casado com Melissa Moonlight, uma advogada de família rica e tradicional da Inglaterra. Apesar do casamento, o homem não amava realmente sua esposa e casou-se mais por pressão da família do que por outro motivo. Ele possuía um filho anterior ao casamento, chamado Will. Quando ele conheceu Nyx, se apaixonou pela mulher quase instantaneamente, talvez ela ser quase o oposto completo de sua esposa. Enquanto Melissa era arrogante, pretensiosa e excessivamente ambiciosa, a deusa era mais suave e menos arrogante ou vaidosa, mesmo sendo absolutamente encantadora e inteligente. Isso, somado ao interesse em ocultismo e o conhecimento sobre os corpos celestes, tornavam-na uma companhia agradável para o homem, que passava horas conversando com ela. Por fim, Altair acabara se apaixonando pela mulher de pele branca como a neve e cabelos negros como a noite sem luar. Desse amor proibido, nasceu Mikhaela.

A deusa explicou ao homem o que ela era e por que não podia ficar com ele e a criança, por mais que os amasse. Além disso, disse a ele que a criança corria riscos por ter sangue divino e ainda um futuro marcado pela presença constante da Morte, o que a deusa não era ainda capaz de explicar a ele. Altair pegou a filha para criar e não hesitou em enfrentar a fúria de sua esposa, que acabara de dar a luz a um filho do casal, para defender sua pequena criança que ele amava profundamente. Will, que conhecia a origem da criança também, prometeu ao pai ajudar a tomar conta da irmã quando o pai estivesse trabalhando para que a mulher não fizesse mal a pobre criança e foi apenas graça a vigilância constante do pai e do irmão, além dos avós paternos sempre que possível, que a pobre Mikhaela ficou viva, pois Melissa constantemente tentou matar ambos os bebes. O motivo? Mikhaela era a lembrança constante da infidelidade de seu marido e a prova de que ela não era o amor dele, enquanto o próprio filho... A única pessoa que a mulher era capaz de amar era a si mesma e o filho causava, na mente dela, causava mais problemas e impedimentos do que outra coisa. Aquela mulher jamais havia nascido para ser mãe e qualquer criança corria perigo com ela, independente de quem ou o que fosse.

Altair ensinou a criança a andar e a falar, além de ler para as duas crianças sempre que podia, tarefa que o meio irmão delas assumia na ausência do pai. Os avós paternos das crianças, que adoravam de verdade as crianças, pegavam os netos sempre que possível para ficar um pouco na casa deles. E era graças a isso que ambos conheciam o amor. Conforme cresciam, tanto Edgar quanto Mikhaela se tornaram crianças gentis e doces, além de muito unidos não só entre si como com Will, Altair e com os avós paternos. Na escola, ambos tinham seus amigos e até eram esforçados, mas a loira possuía dificuldades para ler e escrever por algum motivo aparentemente desconhecido. Por isso, era necessário que a escola fornecesse a ela uma assistência especial e serem um pouco mais pacientes devido ainda aos seus problemas de TDAH evidentes. Por saber o porquê daqueles problemas, o pai da jovem preferia que a criança não usasse os remédios para a doença e mantivesse, assim, suas capacidades de sobrevivência em estado natural. Aos cinco anos de idade, porém, o grande terror veio.

Era uma noite de inverno fria com uma tempestade em pleno domingo. As crianças estavam voltando da casa dos avós com a madrasta, que havia dado uma pausa nas tentativas de assassinar as crianças - mesmo que isso não significasse que o tratamento que ela dava as crianças fosse maravilhoso ou mesmo bom. Ambas conversavam no banco de trás e pensavam na festa de aniversário que iriam no dia seguinte com o irmão mais velho quando o carro aparentemente perdeu o controle na estrada e capotou. Por pura vontade dos deuses, as crianças sobreviveram mesmo que estivessem entre a vida e a morte, e alguém passava ali na hora e ligou para a emergência. Melissa foi dada como morta no local e as crianças levadas ao hospital, onde foram internadas na UTI. Altair e Will foram para o hospital assim que foram informados do ocorrido, tal como os avós paternos das crianças. A namorada de Will, de nome Katherine, também foi para o hospital prestar apoio a família.

Apesar de estarem ainda vivos, os médicos não estavam muito otimistas quanto ao fato das criança sobreviverem ou não. Altair e Will oravam, pedindo aos deuses para terem piedade das crianças. Entretanto, o destino de Edgar já estava selado e apenas Mikhaela talvez ainda pudesse ser salva. E, nesse caso, apenas se Thanatos pudesse ser convencido a deixar a meio-irmã viva. A deusa da noite então intercedeu com o filho em favor da semideusa, pedindo a Morte que deixasse-a viva. Foi trabalhoso, mas a deusa conseguiu convencer o deus - que estava curioso em saber porque dois mortais e uma deusa pediram por uma criança. Em troca, porém, a criança teria que servir ao deus...

Assim que se recuperou, a criança foi levada até a presença do deus e eles firmaram um acordo. Ela ficaria viva e até teria certa imortalidade em troca de servir a morte e, talvez, ser sua amante. Mesmo que a jovem não soubesse o que aquilo significava bem, aceitou o acordo e uma tatuagem se formou em seu braço. A partir desse momento, Mikhaela passou a morar com o deus e aprender como poderia servir-lhe, além de aprender o que ela era e a verdade sobre o mundo em que viviam. Depois do acidente, a semideusa parece ter perdido completamente a capacidade de sentir medo.

Presente de Reclamação:
Adagas da Noite - Um par de adagas de trinta centímetros, uma feita de prata e outra de ferro styx. Ambas são indestrutíveis e sempre voltam para a semideusa, além de não funcionarem com pessoas que não sejam a garota. Suas lamina são venenosas e causam dano adicional aos oponentes a cada acerto, sendo também cumulativos. Seu veneno tem origem mágica e faz a arma contar como arma mágica para fins de redução de dano. Quanto mais poderosa a semideusa for, maior a eficiência do veneno e em níveis mais altos pode se tornar letal com poucos golpes. Pode se transformar em uma corrente mista dos metais citados a cima e obedece a vontade da semideusa, obedecendo cada um de seus comandos sem hesitação. Controles de metais não funcionam com a arma, uma vez que a arma está ligada a essência da própria semideusa. Se transforma em um bracelete de prata com desenhos de corpos celestes.
Arco dos Corpos Celestiais - Um arco longo feito de prata sagrada e enfeitado com rubis por sua extensão. Não possui corda visível, mas esta aparece sempre que a semideusa faz o gesto de puxa-la. O arco é encantado para sempre regressar a filha da deusa da noite e não ser destruído em combate - ou pelo menos não facilmente. Suas flechas todas são mágicas e se formam ao puxar a corda ilusória, vencendo reduções de dano. O elemento da flecha pode mudar a cada combate caso o narrador julgue apropriado ou o anterior seja ineficaz contra o oponente atual, mas nunca assumirá um elemento inútil contra a criatura em questão - como trevas para um cão infernal ou fogo para um elemental de fogo. A natureza mágica do arco se deve a um motivo simples: a semideusa não possui força para usar um arco normal e não é resistente o suficiente para realmente se arriscar em um combate físico, então sua mãe fez e encantou o arco para ajudar a filha. Serve também como um catalizador mágico, podendo se transformar em um cajado. Quando não está sendo usado, vira um colar com pingente de arco.
Desejos da Noite - Aparentemente, apenas uma roupa normal e até seria bastante sexy caso a usuária não fosse uma criança. A roupa consiste em um top negro com finas linhas vermelhas perto das bordas, tal como uma pequena faixa vermelha saindo de baixo dos braços segurando, em conjunto com uma gargantilha também de tecido, uma cruz com uma joia verde no centro; uma saia até um pouco acima da metade das coxas negra e vermelha com uma faixa segurando uma joia muito parecida com a da cruz, de onde saem penas de corno negras como a noite sem lua; luvas presas apenas no dedo do meio de suas mãos com uma cruz vermelha desejada em cima de cada mão; proteção de braço que cobrem do final das luvas até próximo ao ombro da jovem totalmente negros; dois pequenos acessórios para colocar nos cabelos seguindo os padrões de cores da roupa; e, para completar, botas de cano alto que vão até próximo o fim da saia, negras com detalhes vermelhos no pé. A armadura fornece a mesma proteção que uma couraça, apesar de aparentar ser apenas uma roupa comum. Apenas pode ser usada adequadamente pela semideusa e é encantada para ser indestrutível. (Imagem ilustrativa)
Time Up - A armadura possui a habilidade de envelhecer sua usuária a 15 anos ou rejuvenescer a mesma quantidade e multiplicar suas habilidades física e mágicas (Quantidade de danos, defesa, HP e MP) pela idade que a usuária teria (5 +15 = 20. Todas as habilidades multiplicadas por 20) durante sete turnos. Logo após a semideus a desmaia e fica incapaz de entrar em combate por 7 turnos.

Pericias / Habilidades Pré-Acampamento:
⋆ Artes - Desenho e Pintura.
⋆ Destemor.
Thanks Panda
avatar
Alcunha : Nenhuma

Lealdade : Olimpo

Semideuses
Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum